Análise aos Pagamentos do Stripe

stripe recensioni

Visão geral:

Existe um encanto especial em empresas como o Stripe. São as favoritas da comunicação social, geridas por empreendedores que pretendem mudar a forma como fazemos negócios e têm uma lista de clientes impressionante para exibir. O Stripe, em particular, tem sido extremamente popular, assegurando ronda após ronda o financiamento VC e o apoio de investidores como Elon Musk e Peter Thiel — cofundadores da empresa rival PayPal. Mas será que a realidade está à altura das expectativas criadas?

O Stripe é um processador de pagamentos de terceiros criado em torno de uma ideia simples: fazer com que seja mais fácil para as empresas fazer negócios online. Não se trata apenas de processar cartões de crédito. Com um conjunto de ferramentas que fazem com que seja fácil tratar de tudo, desde pagamentos na aplicação até transações de mercado, o Stripe destina-se principalmente a programadores. A sua lista de funcionalidades é impressionante, talvez até demasiado grande para um principiante. De cada vez que atualizo esta análise, surge algo de novo. É como descascar as camadas de uma cebola infinita (embora talvez com menos lágrimas).

Existem muitas razões para se apaixonar pelo Stripe; isso é certo. É poderoso, fácil de utilizar e cheio de funcionalidades…mas não é para todos.

Muitas das funcionalidades do Stripe parecem à medida de alguns nichos muito particulares. O Stripe possui ferramentas poderosas para mercados e programadores, assim como para grandes empresas de eCommerce e empresas globais. Não há como negar isso. E o Checkout é uma excelente página de pagamento hospedada para qualquer comerciante. Mas se não vai utilizar tudo o que o Stripe tem para oferecer, é difícil recomendar-lhe outras opções.

Além disso, o Stripe não é imune ao mesmo tipo de problemas que atormentam o PayPal, o Square, e outros processadores de pagamento que agregam em vez de abrir contas individuais de comerciante: suspensões e rescisões de conta comuns e um atendimento ao cliente inconsistente.

Mas a questão é esta: eu sinto que o Stripe quer melhorar, e melhorou desde o nosso último check-in. O volume de reclamações está a estabilizar e o Stripe está a tomar medidas para melhorar. Não está a ofuscar a concorrência — mas está ao mesmo nível dos outros. Não tenho qualquer problema em subir a classificação do Stripe para 4 estrelas. Se conseguisse melhorar a qualidade do seu atendimento ao cliente e trabalhar sobre a questão dos titulares, consideraríamos ir para além dessa classificação.

Esta é a minha recomendação. Se tenciona realmente utilizar todas as interessantes funcionalidades que o Stripe tem para oferecer, vale a pena colocá-lo na sua lista (a qual também deve incluir o Braintree). Se for um utilizador de pequenos volumes (abaixo de aproximadamente $10K por mês), a instalação sem taxa mensal do Stripe é a ideal para si…mas existem outras opções para aceitar pagamentos online, tanto para programadores como para não programadores.

Para utilizadores de volumes maiores que não necessitam necessariamente de todos os recursos e funcionalidades que o Stripe oferece, mas ainda assim necessitam de uma opção acessível para programadores, vale a pena considerar o PayJunction. Este oferece intercâmbio adicional e o atendimento ao programador é muito eficiente. Este conjunto de funcionalidades não é exatamente o que o Stripe possui, mas é versátil.

Se for um utilizador de pequenos volumes que apenas necessita de algumas das funções básicas de programador, ou se pretender uma forma fácil de aceitar pagamentos online ou em pessoa, talvez queira dar uma olhada ao Square, o qual tem todas as caixas marcadas.

Consulte a análise completa para obter mais informações, e deixe a sua opinião na secção de comentários.

Produtos e Serviços:

O Stripe afirma que oferece mais de 100 funcionalidades, e estou inclinado a acreditar nisso. As ofertas básicas são aparentemente simples, mas irá encontrar ferramentas que provavelmente nem imaginava que existiam. Está tudo dividido em duas categorias:

  • Processamento de pagamentos:O Stripe dá-lhe acesso imediato ao processamento, tal como o Square ou o Paypal. Os serviços de processamento do Stripe estão disponíveis em 25 países no momento em que escrevo isto (incluindo testes beta), mas este aceita mais de 100 tipos de moeda.
  • Ferramentas de Programador:Esta é a parte do Stripe que deixa a maioria dos utilizadores entusiasmados. Estas APIs (interfaces de programação de aplicações) fornecem uma estrutura incrivelmente sólida e adequada para que os programadores possam rapidamente e facilmente integrar a plataforma de pagamentos do Stripe utilizando uma variedade de idiomas (curl, Ruby, Python, PHP, Java, Node, etc.). É uma base sólida para construir e expandir a sua empresa, e o Stripe atualiza as suas funcionalidades e documentação constantemente.

Aqui está uma breve visão de conjunto de algumas funcionalidades que o Stripe configurou para que você ou o seu programador possam utilizar:

  • Stripe Checkout:o Checkout evita que tenha de criar formulários e fluxos de pagamentos a partir do zero, mas também permite um nível alto de personalização. Ao contrário de uma conta básica do PayPal, os seus clientes permanecem na sua página durante todo o tempo, e ao contrário da conta PayPal Pro (que lhe dá acesso à página hospedada), o Checkout gere toda a Conformidade PCI para si. (Nota: o Square também lhe oferece uma página de pagamentos hospedada sem custos extra e trata da conformidade PCI).
  • Integração de comércio móvel:o Stripe fornece documentação para Android ou iOS para ativar os pagamentos na aplicação. Também existe uma solução de um toque que permite aos utilizadores guardar os seus dados para fazer compras mais rápidas da próxima vez.
  • Soluções de mercado:o Stripe está constantemente a expandir o seu leque de ofertas, o que mostra que está claramente empenhado em ajudar este nicho a prosperar. Existe um vasto conjunto de ferramentas para o ajudar a encaminhar os seus pagamentos para os seus comerciantes, e agora até pode oferecer-lhes depósitos instantâneos.
  • Ferramentas de desenvolvimento de plataforma:As soluções de mercado encaixam nesta funcionalidade, mas você não está limitado a isto. Basicamente, pode criar qualquer plataforma onde precisar que os seus utlizadores sejam pagos. O Lyft utiliza o Stripe, assim como o Kickstarter.
  • Soluções de subscrição:Isto inclui opções ilimitadas para os tipos de planos. Você até pode subscrever múltiplos tipos de planos para utilizadores únicos. É fácil fazer a atualização dos subscritores para níveis mais altos. Esta é outra funcionalidade que favorece os comerciantes habituais, e é fornecida sem custos para os comerciantes (em comparação com $30-$40 do PayPal).
  • Cupões e testes gratuitos:O Stripe fornece excelentes ferramentas de marketing, e fáceis de utilizar. Essas ferramentas incentivam potenciais clientes a dar o passo decisivo através da criação de um período de teste gratuito ou do fornecimento de uma oferta especial.
  • Criação de relatórios avançados:Descarregue relatórios à sua escolha, ou envie dados para QuickBooks ou Xero. Pode enviar dados diretamente para estes programas utilizando Snapy, PennyPipe ou Commerce Sync.
  • Equipas:Crie equipas para os seus funcionários e atribua-lhes níveis de permissão, o que mantém os seus dados seguros.
  • Stripe Connect:O Connect é um conjunto de ferramentas concebido especificamente para mercados. O Stripe suporta mais de 100 moedas e converte-as automaticamente. Também pode utilizar o Connect para verificar vendedores internacionais, adicionar texto descritivo que aparece nas declarações de cartão de crédito, e automatizar pagamentos para vendedores de mercado ou criar uma agenda de pagamentos.
  • Stripe Atlas:O Atlas permite que empresas internacionais entrem nos Estados Unidos, abram uma conta bancária americana e obtenham orientação fiscal e legal. O Stripe afirma que teve mais de 400 startups aplicadas em mais de 90 países, e adicionou mais de 100 parceiros à rede desde o seu lançamento.
  • Integração Bitcoin:Pague apenas 0,8% por transação, até um máximo de $5.
  • Pagamentos ACH:ACH, ou pagamentos eCheck, não são necessários para todas, mas podem ser úteis para algumas indústrias. A funcionalidade de pagamento ACH do Stripe inclui duas opções para verificação de conta: microdepósitos ou Plaid. Ambas estão incorporadas no Stripe para uma interface integrada. Tal como em Bitcoin, você pagará 0,8% por transação até $5.
  • Transferências de cartão de débito instantâneas*:O Stripe oferece a opção aos mercados de utilizarem o Connect para transferir dinheiro diretamente e imediatamente para um cartão de débito, um serviço que normalmente demorava alguns dias. O beneficiário dos fundos paga 1,5% do total dos fundos transferidos. (*Instantâneas depende do banco. Pode levar 30 minutos, ou pode demorar 48 horas para receber os fundos.)
  • Stripe Relay:Relay é orientado para o comércio contextual. É uma forma de ativar compras em aplicações móveis que não as suas (tal como ShopStyle, Spring, e InMobi). Também pode vender no Twitter. Estas são excelentes funcionalidades para os comerciantes certos, mas eu sinto que são um pouco limitadas. Estou bastante curioso para ver como o Relay vai evoluir em comparação com a oferta do PayPal Commerce, que parece ser mais acessível para o seu comerciante típico (por exemplo, dá-lhe a possibilidade de integrar botões para comprar diretamente em publicações de blogs e emails). Contudo, o PayPal Commerce ainda está em modo beta, enquanto o Relay teve uma implantação em larga escala.

Se pretende usufruir do processamento de pagamentos do Stripe sem se envolver com as ferramentas de programador, considere utilizar um plugin de terceiros do Stripe para WordPress, Magento, WHMCS ou Drupal. Também pode usufruir das dezenas de serviços que permitem uma fácil integração do Stripe para eCommerce, faturação, criação de formulários, análise, etc. Entre os fornecedores integrantes estão BigCommerceShopifySquarespaceBig CartelStitchHarvestWeebly, e muitíssimos outros.

Algo que também vale a pena mencionar é a segurança. O Stripe é um serviço compatível com PCI Nível 1, que é o nível mais alto de certificação. Além disso, se decidir abandonar o Stripe, eles irão ajudá-lo a exportar todos os dados do seu cartão para um novo fornecedor compatível com PCI. É de facto uma oferta muito interessante (mas é algo que o Braintree também já oferece).

Pode aceitar pedidos por telemóvel com o Stripe, mas a proteção dos dados dos cartões dos seus clientes é da sua responsabilidade e, como tal, o Stripe recomenda utilizar um serviço de faturação como alternativa. Também não pode utilizar este como o seu principal meio de processamento de pagamentos — não é suposto utilizar o Stripe como um terminal virtual. Deve ser utilizado como um último recurso.

O Que Há De Novo

Observando com atenção, não parece que o Stripe tenha adicionado assim tanto em termos de funcionalidades desde que demos uma olhada nas empresas pela última vez. Novos países, sim, mas o grosso das ofertas é o mesmo.

Mas existe um outra solução importante que o Stripe acabou de lançar: Radar.

Radar é a solução do Stripe  para as fraudes no eCommerce. (Facto curioso: já existem imensas fraudes online de cartões, e é provável que ocorram ainda mais à medida que o EMV ganha preponderância.) Vale mesmo a pena parar e tomar nota disto.

O Radar utiliza aprendizagem automática para melhor identificar e deter fraudes de cartões de crédito. Também disponibiliza ferramentas nos painéis dos comerciantes para permitir que estes possam definir regras específicas para transações, testar o impacto que essas regras terão com base em dados anteriores, e reduzir a quantidade de trabalho manual que a sua equipa tem de executar.

Assemelham-se um pouco às ferramentas de deteção de fraudes existentes no Stripe, reforçadas com um pouco mais de programação e análise de dados. Até o Stripe admite que o Radar ainda é uma espécie de experiência. Apesar de ser atualmente gratuito para os comerciantes utilizarem, a empresa não excluiu a hipótese de lançá-lo como um serviço totalmente em separado.

E depois existe outro aspecto, que poderá constatar se der uma olhada à lista de integrações que o Stripe suporta:

Pagamentos móveis. 

Na verdade, o Stripe não suporta nativamente pagamentos móveis ou qualquer tipo de pagamentos pessoais, algo que, na minha opinião, é uma falha da parte da empresa. (Todos parecem já ter percebido os benefícios do comércio omnichannel.) Mas o Stripe permite que outros programadores utilizem a sua API para criar aplicações de pagamentos móveis.

Pode consultar a lista de integrações aqui. Algumas delas dependem da utilização da aplicação por parte do consumidor. Algumas vão cobrá-lo, o comerciante, extra por utilizar os seus serviços — o que fará com que as taxas sejam bem mais caras do que pagaria numa aplicação mPOS padrão. Outras são gratuitas. Você terá de investigar e decidir qual das integrações, se é que alguma, se adequa às suas necessidades.

Creio que toda esta categoria pode ser melhorada, mas estou satisfeito por ver várias opções disponíveis para os comerciantes. E estou certo que estão mais a caminho.

Taxas & Tarifas:

Uma das coisas boas dos processadores pré-pagos é que normalmente têm uma estrutura de preços muito clara. Para cada transação por cartão de crédito, o Stripe cobra apenas uma taxa fixa única:

  • 2,9% + $0.30

O Stripe também suporta ACH (depósito direto) e transações Bitcoin. Você pagará apenas 0,8% por cada transação, até um máximo de $5.

É isto. Se processa mais de $80,000 por mês ou mais de 10,000 transações por ano, poderá se habilitar a uma taxa mais baixa em transações por cartão. Além disso, não se incomode a tentar negociar. É um tipo de oferta de pegar ou largar.

A utilização de tudo o que o Stripe tem para oferecer (portal, ferramentas de programador, etc.) está incluído aqui. Curiosamente, isto significa que os clientes que processam volumes mais baixos irão fazer um negócio melhor, já que todos os custos estão incluídos nas taxas de transação.

Estes custos são geralmente razoáveis e absolutamente competitivos na indústria, dada a total falta de taxas adicionais e o grande número  de funcionalidades disponíveis. Além disso, 2,9% + $0.30 é exatamente o que Square, PayPal e Braintree também cobram por transações online.

O Stripe cobra a taxa de estorno padrão da indústria de $15. Aprecio o facto de que o Stripe reembolsa essa taxa se o estorno for decidido a seu favor. Nem todos os processadores fazem isso, e é realmente bastante generoso tendo em conta que o Stripe tem de pagar para tratar da burocracia de uma forma ou de outra. Porém, os comentários dos clientes ao Stripe sugerem que muito raramente, se é que alguma vez, você terá o estorno decidido a seu favor.

O Stripe agora oferece pagamentos em dois dias para a maioria dos comerciantes baseados nos Estados Unidos, excepto para aqueles que o Stripe considera serem de “alto risco.” Este é um enorme progresso relativamente aos seus antigos pagamentos em sete dias. No entanto, a maior parte dos comerciantes internacionais ainda se mantêm no sistema de sete dias.

Duração do Contrato e Taxa de Rescisão Antecipada:

Nenhuma taxa de rescisão antecipada. Ponto final. Consideramos isto muito positivo. E lembre-se que o Stripe irá ajudá-lo a exportar os dados dos seus clientes para levá-los consigo se alguma vez decidir abandonar.

Vendas e Transparência Publicitária:

O Stripe tem uma publicidade transparente, ética e honesta, sem nenhum dos problemas habituais observados em grandes empresas. O Stripe não tem taxas ocultas, não tem termos de contrato invulgares e não tem esquemas e truques dos quais falar.

Se já processou cartões anteriormente, o Stripe não deverá ter nenhuma surpresa reservada para si. Caso não tenha processado cartões anteriormente, terá de passar por um breve processo de aprendizagem. Mas o Stripe é uma ótima empresa para você aprender (financeiramente falando), já que o serviço é inteiramente pré-pago.

Atendimento ao Cliente e Apoio Técnico:

As boas notícias: o Stripe tem um atendimento e apoio ao cliente por email, juntamente com diversos meios de redes sociais públicos. Pode seguir a empresa no FacebookTwitter, e LinkedIn, e obter atualizações dos serviços do Stripe via Twitter. Contudo, as publicações nas suas redes sociais e blog são raras, e eu acho que está se a desperdiçar uma boa oportunidade. Para uma empresa em que tudo gira em torno da revolução digital, esperava algo mais.

Mas gosto do facto de ser possível entrar em contacto com o apoio técnico para colocar questões sem ser necessário iniciar sessão numa conta do Stripe. Terá de se registar e iniciar sessão com muitas das empresas, mas se está apenas a comparar preços e só pretende obter resposta a uma questão, o Stripe fará isso por si. Também poderá desfrutar da minuciosa base de conhecimentos.

Uma outra coisa interessante que o Stripe oferece é o relatório do estado. Vá para status.stripe.com para saber mais sobre os tempos de serviço.

Agora, as más notícias: Não é possível ter o Stripe no telemóvel. Muitos comerciantes queixaram-se das respostas genéricas do atendimento ao cliente e da falta geral de atenção pessoal dada aos problemas. Em certa medida, isto faz-me lembrar o atendimento ao cliente do Square, especialmente nos primeiros tempos (nem é bom lembrar). Percebo que o atendimento telefónico seja difícil e um investimento dispendioso, mas quando os comerciantes não conseguem aceitar pagamentos, eles precisam de uma solução (ou pelo menos uma resposta) imediata. O atendimento por email simplesmente não chega. Ouvimos o mesmo argumento da parte do Square que acabou por ceder e adicionar o atendimento telefónico.

No lado positivo, porém, o Stripe tem um apoio por chat de Freenode bastante eficaz (#stripe). Aí poderá encontrar tanto os representantes do Stripe como outros utilizadores que lhe poderão dar aconselhamento e soluções imediatas. É um bom ponto de partida, e oferece uma espécie de canal público para você poder dar voz às suas preocupações e problemas.

Comentários Negativos e Reclamações:

No momento em que esta análise é feita, a página BBB do Stripe ainda tem uma classificação A+ com 394 reclamações encerradas em 3 anos, 106 das quais nos últimos 12 meses. Isto representa um aumento no número total de reclamações desde a nossa última verificação (subiu de 384) — mas uma redução de reclamações nos últimos 12 meses (desceu de 117). Isso deixa-me satisfeito — há dois anos, o Stripe assistiu a um súbito aumento no número de reclamações, o que julgo ter sido resultado das dificuldades de crescimento. É um alívio saber que o volume de reclamações não dobrou ou triplicou como aconteceu em anteriores atualizações. Indicia que o pior aparentemente (talvez esperançosamente?) já passou.

É difícil comparar diretamente o volume de reclamações com o PayPal, onde muitas das reclamações são de clientes sobre comerciantes ofensivos no eBay ou de clientes que estão a ter problemas com os pagamentos P2P do Paypal. Mas a taxa de reclamações do Stripe ainda é bastante inferior à do Square — que atualmente tem 1443 reclamações nos últimos 3 anos.

O outro aspecto a considerar é que nós, na verdade, não sabemos a dimensão real do Stripe em termos de comerciantes: a empresa não revela os seus números e a assistência a Lyft, Kickstarter e outras plataformas de massa pode dificultar um pouco a precisão dos números. A melhor referência que encontro é uma linha num artigo que fala do Stripe apoiar centenas de milhares de empresas. (Em comparação, sabemos que o Square tem pelo menos 2 milhões de comerciantes ativos e o PayPal Business tem mais de 8 milhões de comerciantes). Esse mesmo artigo prossegue referindo que o Stripe afirma ter a certo altura processado 4 de cada 5 cartões no mundo…o que é claramente uma afirmação presunçosa. Mas eu não coloco isso em questão.

O Stripe também tem 35 comentários na página BBB, apenas um dos quais é positivo. Isso é decepcionante, mas não exatamente surpreendente.

Além disso, poderá encontrar esta informação em BBB na página de reclamações:

Stripe, Inc. chegou ao conhecimento do BBB em julho de 2012. Foi feita uma análise da empresa em agosto de 2015. As reclamações presentes nessa análise referem que os fundos dos consumidores são retidos sem qualquer explicação, e as contas são encerradas sem motivo aparente. As reclamações também referem que os consumidores têm dificuldades em entrar em contacto com a empresa.

O BBB aconselha os consumidores a ler na totalidade os Termos de Serviço da empresa, para que possam compreender aquilo com que estão a concordar. Especificamente, Secção C: Processamento de Transações de Cartões e Recepção dos seus Fundos e Secção D.Licença, Rescisão e Outros Termos Legais Gerais.

Stripe, Inc., também sugeriu ao BBB que a melhor forma de entrar em contacto com o Stripe é através de email em support@stripe.com.

Infelizmente, desde janeiro de 2016, nenhuma das reclamações do BBB está disponível ao público (excepto uma de outubro) — portanto, não podemos analisá-las para saber quais os pontos problemáticos com os quais os comerciantes se estão a deparar, ou avaliar como o Stripe está a responder. Temos de recorrer a outras fontes: aos comentários a esta análise, naturalmente, aos comentários em outros lugares na web.

O Relatório Ripoff mostra 46 relatórios (cada vez de forma mais vaga a partir dos 40) e a maioria dizem respeito a suspensões e rescisões de conta.

Estas reclamações surgem a maioria das vezes ao analisar as conversas do chat:

  • Suspensões e rescisões de conta:Na maioria dos casos, a reclamação mais comum contra o Stripe é as súbitas rescisões de contas e o facto de limpar as reversões de pagamentos sem qualquer aviso e com poucas explicações. Os comerciantes também comentam sobre súbitas suspensões dos seus fundos enquanto as suas contas estão “em análise”. Isto acontece regularmente com fornecedores de pagamentos de “acesso instantâneo”. Embora ofereçam acesso instantâneo ao processamento de pagamentos, estes podem (e sem dúvida que irão fazê-lo) analisar a sua conta e hábitos de processamento logo após você começar a utilizar o serviço. Neste ponto, eles podem cancelar a sua conta por inúmeras razões, reais ou percepcionadas. Foram muito poucas as pessoas que reclamaram do facto de o Stripe recusar libertar fundos e de não obterem qualquer tipo de resposta do atendimento ao cliente.
  • Falta de respostas do atendimento ao cliente:Isto parece acontecer menos com os problemas do dia a dia, e mais quando surge um problema sério e difícil (como os fundos ficarem retidos ou as contas serem canceladas). Mais do que um utilizador reclamou do facto de ser ignorado nessas situações, ou de demorar dias, ou semanas, para obter uma resposta. Os comentários no Facebook parecem ser ignorados, já o Twitter parece ativo e os representantes do apoio técnico são prestáveis.
  • Estornos:Deixem-me começar por dizer que um estorno não é culpa do Stripe. A empresa lida com empresas da Internet, muitas das quais oferecem produtos de risco mais elevado (entrega eletrónica, produtos baseados em subscrição, vendas internacionais, etc.). Como tal, os estornos vão ocorrer. Quando ocorre um estorno, o Stripe torna-se responsável por devolver o dinheiro ao cliente. Por causa disto, o Stripe irá tirar o dinheiro da sua conta para cobrir os custos, pelo menos até a investigação ser encerrada. O Stripe não inventou a forma como a indústria lida com este assunto, e em muitos aspectos, não tem qualquer controlo sobre esses protocolos. Também vale a pena mencionar que o Stripe não oferece qualquer tipo de assistência no combate aos estornos para além das suas ferramentas de documentação — mas volto a repetir, apenas alguns processadores selecionados lidam com o processo.
  • Falta de proteção contra fraudes:Este assunto está ligado à questão dos estornos, mas também merece ser discutido por direito próprio. Os comerciantes não parecem se sentir seguros de que o Stripe os protege contra cobranças ou estornos fraudulentos. Isso não quer dizer que não existem ferramentas que os comerciantes podem acionar — existem várias. Mas os comerciantes sentem que o sistema está de alguma forma a falhar, o que eu compreendo perfeitamente.

Isto é algo que deve ser encarado de forma séria e, como tal, eu debrucei-me sobre esta questão. Isto foi o que eu descubri: o Stripe possui um algoritmo automático que trabalha para identificar transações fraudulentas e sinalizá-las. Não existe muita informação sobre o modo como funciona. Sabemos que o sistema pode gerar falsos positivos e, como tal, se encontrar uma transação recusada que sabe ser legítima, pode anulá-la e tentar fazer a transação novamente.

Também pode marcar transações como fraudulentas e reembolsar-se a si mesmo (certifique-se de que comunica essa transações ao Stripe.) Posteriormente, pode autorizar verificações CVC e AVS (endereço) e recusar automaticamente transações que falham (isto são duas coisas diferentes). A segunda parte é importante porque uma transação pode concretizar-se mesmo que as verificações falhem. Contudo, ao mesmo tempo, não é invulgar que compradores legítimos tenham os seus códigos postais errados.

Tendo por base estas ferramentas existentes, o Stripe Radar está também a desenvolver a recolha e refinamento de dados, mas estou curioso para ver se este realmente irá melhorar a prevenção contra fraudes. Se está curioso, pode consultar alguns casos de estudo sobre a prevenção contra fraudes do Stripe aqui.

Entretanto, faça o seu trabalho de casa: Verifique se tem algumas medidas de segurança relevantes ativadas. E se notar uma alteração relacionada com as proteções contra fraudes do Stripe, informe-nos!

Comentários Positivos e Testemunhos:

O Stripe tem uma ampla e impressionante lista de clientes de sucesso, incluindo Foursquare, Squarespace, Shopify, Grooveshark, Evite, Reddit, Mashable, Volusion, eHow, Hubspot e Dribble, para começar. Estamos a falar de algumas das principais operadoras da Internet, facto que é muito elogiado no meu livro  — apesar de não ser dado mais nenhum elogio específico para além do seu contínuo negócio.

Em janeiro de 2015, o Stripe conseguiu seduzir o gigante do crowdfunding Kickstarter, que até aí tinha uma parceria antiga com a Amazon Payments. A ideia foi facilitar e agilizar a implementação e financiamento dos projetos dos criadores. O rival do Kickstarter, IndieGoGo, também é alimentado por Stripe.

Além disso, quando o Flint encerrou inesperadamente em fevereiro de 2016, recomendou aos seus clientes que transferissem os seus fundos para o Stripe. O Shopify também configura os seus comerciantes com contas do Stripe — e não é certamente o único que o faz. Quando me debrucei sobre o Shopify, honestamente esperava ver mais problemas relacionados com os seus serviços de pagamentos devido à sua relação com o Stripe, mas não encontrei praticamente nenhuns, e a maioria tiveram origem em comerciantes que cruzaram o espaço 1099.

Embora o Stripe não vá tão longe como o Braintree vai com os casos de estudo intensivos, pelo menos oferece uma página interessante de logótipos para você explorar e alguns brilhantes documentos de marketing. Confira. Além disso, os comentários positivos de utilizadores são raros de momento. Adoraria ver alguns casos de estudo para além da prevenção contra fraudes, e talvez mais algumas provas de algumas pequenas e médias empresas, e não apenas dos gigantes do comércio.

Por favor, deixe um comentário se tiver experiência em primeira mão com o Stripe. Certifique-se de que verifica a nossa política de comentários antes de publicar para assegurar que conseguimos publicar as suas observações.

Veredicto Final:

O Stripe é, sem margem para dúvidas, um dos principais concorrentes na nova, simplificada e estilizada indústria de pagamentos online. StripeBraintree e provavelmente outros que ainda não descobri estão todos a disputar a melhor posição, cada um oferecendo serviços subtilmente diferentes, mas todos cobrando praticamente as mesmas taxas e operando em modelos empresariais semelhantes. PayPal e Square também surgem algures nesse grupo, mas encaixam-se num compartimento ligeiramente diferente.

Em teoria, o Stripe apresenta tudo o que os pequenos e grandes comerciantes pretendem. Porém, o Stripe falha em alguns elementos ao nível da execução, particularmente no que concerne à estabilidade das contas dos seus clientes e ao atendimento ao cliente em geral. Infelizmente, essa não é propriamente uma falha isolada entre os agregadores de pagamentos.

Em segundo lugar, muitas ferramentas parecem orientadas especificamente para programadores, grandes empresas e mercados. É positivo que o Stripe ofereça essas ferramentas. Elas são importantes. Se tiver bons conhecimentos de tecnologia, ou se tiver alguém que possa gerir o código por si, poderá ir longe com o Stripe. Mas se o que pretende é uma forma fácil de receber pagamentos no seu site, não vejo uma clara vantagem do Stripe sobre uma das outras opções. Se também precisar de fazer pagamentos online pessoais, existem outras opções.

E finalmente, você irá obter preços competitivos com o Stripe, mas não será o preço mais baixo que poderá obter. Para isso, terá de procurar em outro lugar.

O Stripe merece a classificação de 4 estrelas por agora. Não é um processador perfeito, mas penso que a empresa superou o pior das suas dificuldades de crescimento. Em última análise, faça duas perguntas a si mesmo: (1) Usaria tudo o que o Stripe tem para oferecer? (2) O Stripe tem tudo o que precisa? Se a resposta for sim, vale a pena ir em frente. Se a resposta a ambas as questões for não, poderá querer estudar outras opções.

Consulte a nossa tabela de comparação para ver as suas outras opções, e certifique-se de que deixa o seu comentário sobre a nossa análise do Stripe.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comments

Deixe uma resposta

Loading…

Stripe vs PayPal: Qual deve escolher?

Duda Rescensione

Análise do Duda