Avaliação da PrestaShop

Recensione Prestashop

Visão Geral

Lançada em 2007, a PrestaShop é uma solução de carrinho de compras internacional. Os mais de 100 funcionários da empresa operam a partir de Miami e Paris e em muitos idiomas diferentes. Com mais de 250.000 lojas virtuais em todo o mundo, não haveria volta a dar.

A PrestaShop é um carrinho de compras de código aberto, cujo download pode ser efetuado gratuitamente. No entanto, tal não significa que a PrestaShop seja uma solução de comércio eletrónico a custo zero. Ao optar por fazer o download do software, terá que pagar pelo alojamento web. O mais provável é ter de adquirir também vários módulos (com valores frequentemente elevados) para integração com o software do seu site. Se o seu conhecimento técnico for limitado, poderá considerar investir num desenvolvedor web para o ajudar a ultrapassar os pontos mais complicados.

A PrestaShop pode ser inicialmente gratuita, mas se não for cuidadoso, poderá acabar por ser mais dispendiosa do que algumas opções totalmente alojadas.

Continue a ler para uma crítica completa e independente da PrestaShop.

Preços

Apesar da PrestaShop não oferecer uma versão de teste gratuita (não faria sentido, uma vez que o software deles já é gratuito), existe uma demo à disposição dos interessados. Esta demo dá-lhe a oportunidade de explorar o admin e loja em vários dispositivos. Tudo vem já preenchido com informações da amostra, permitindo-lhe obter uma boa ideia de como o software funciona no dia-a-dia.

Os custos de instalação para o PrestaShop são tão baixos quanto poderiam ser. No entanto, deverá contar com algumas despesas adicionais para o alojamento (embora não devam ser muito elevadas). A PrestaShop recomenda o recurso à hospedagem 1&1.

As despesas contínuas variam dependendo de vários fatores. A PrestaShop não é o software mais fácil de utilizar; a configuração é difícil e os módulos interferem frequentemente uns com os outros, resultando num site um pouco desafiante. Se não souber como resolver autonomamente problemas técnicos, será provavelmente obrigado a contratar desenvolvedores web, informáticos e web designers para fazerem o trabalho para si.

Além disso, os módulos e add-ons vêm frequentemente a um preço bastante acentuado (afinal de contas, é assim que a PrestaShop gera a sua receita). Se gostaria de integrar o seu site com a Quickbooks, Amazon, eBay, Facebook e/ou TaxJar, poderá acabar por pagar um valor significativo.

Alojamento Web ou Licença

Licença. Para além do software de download gratuito, a PrestaShop oferecia antigamente uma versão baseada em cloud. No entanto, parece que esta segunda opção foi descontinuada em agosto de 2016.

Desde então, a única versão da PrestaShop disponível é a sua versão para download gratuita e de código aberto.

Tamanho Específico de Negócios

Médias e grandes empresas.

Embora as pequenas empresas também possam utilizar a PrestaShop, pessoalmente não o recomendo. A não ser que tenha muita experiência técnica e não necessite de múltiplos add-ons, a PrestaShop poderá muito rapidamente ficar excessivamente cara. Se estiver familiarizado com a codificação para sites, experimente e veja no que dá. Caso contrário, será preferível começar com uma opção totalmente alojada e fácil de utilizar, como a Shopify ou a 3dcart.

Requisitos de Hardware e Software

Para utilizar o software da PrestaShop, será necessário dispor de um cliente FTP e de um domínio registado, para além de um serviço de alojamento prestado por terceiros. Leia mais sobre os sistemas operacionais e serviços web suportados na  página de requisitos de sistema da PrestaShop.

Facilidade de Utilização

Uma vez que a PrestaShop é de download gratuito, não existe versão de teste gratuita. No entanto, conforme já referido, existe uma demo online com a qual poderá experimentar o software sem passar por todo o transtorno de ter de efetuar o download e a execução do software.

A configuração da PrestaShop requer algum tempo. Será necessário começar por efetuar o download da PrestaShop, criar um banco de dados, fazer upload do software para o seu servidor mediante um cliente FTP, e, por fim, instalar. Poderá consultar a página Getting Started da Prestashop para obter mais informações.

Este é o painel de instrumentos ao qual poderá aceder após ter instalado o software.

Neste ponto, deverá começar a selecionar os módulos necessários para executar o seu negócio. Se a sua experiência técnica for limitada, não será mal pensado contratar um profissional para cuidar das integrações em seu nome. É que as coisas podem ficar um pouco complicadas.

Felizmente, após ter o seu site criado e funcional, as operações diárias acabam por ser bastante simples. Logo ao adicionar um produto à sua loja, poderá incluir a descrição do produto, categorias, quantidades, e funcionalidades de SEO. Tudo isto encontra-se disponível na barra de ferramentas sob o título do produto.

A gestão de pedidos é igualmente fácil. Poderá adicionar e editar pedidos ou aplicar descontos diretamente a partir do admin. Poderá igualmente entrar em contacto com os clientes por via da página de encomendas.

Se conseguir ultrapassar o desafio inicial de configurar a sua loja (incluindo a adição de integrações e módulos), não terá certamente problemas em lidar com o resto.

A minha sugestão é que experimente a plataforma por conta própria. Basta clicar aqui e será reencaminhado para uma demonstração totalmente funcional. É resume-se a isto. Não terá que se inscrever numa versão de teste gratuita e não será necessário passar por assistentes de configuração ou tutoriais. Sobretudo, não terá que lidar com chamadas vindas de representantes de vendas.

Funcionalidades

A PrestaShop inclui mais de 500 funcionalidades já integradas, incluindo os elementos básicos que a maioria de comerciantes necessita para dar os primeiros passos. Pode consultar a lista completa aqui. (Esta lista é referente ao PrestaShop, 1.6 v. A versão atual é 1.7v, mas a maior parte do software permaneceu igual). Enquanto, segue-se uma lista de algumas das minhas funcionalidades favoritas:

Funcionalidades gerais

  • Listas ilimitadas.Faça listagens ilimitadas de produtos, categorias, atributos, imagens e características do produto.
  • Venda produtos digitais.Inclua uma data de vencimento para o download no caso de produtos com restrição de tempo.
  • Importação/exportação em quantidade.Utilize um arquivo CSV para facilitar a migração.
  • Recursos de inventário.Faça a gestão do seu stock e aproveite a funcionalidade de seguimento de stock e de alertas de reposição de stock.
  • Funcionalidades SEO.Aproveite reescritas de URL, um Sitemap da Google, um sitemap de XML gerado automaticamente, URLs canónicas e redirecionamentos.

Funcionalidades de Checkout

  • Cálculo de taxas de envio.Evite surpresas inesperadas em termos de despesas de envio aquando do checkout.
  • Número ilimitado de transportadoras.Sincronize o admin com uma transportadora à sua escolha. Em muitos casos, será, naturalmente, necessário utilizar um add-on.
  • Embrulho de presentes.Configure o seu site por forma a poder cobrar um valor adicional para embalagens-presente.
  • Opções de pagamento.Permita aos seus clientes pagarem através de cheque, transferência ou contraentrega. Poderá optar também pela integração com um processador de pagamentos operado por terceiros.
  • Impostos:Configure o seu admin para incluir as disposições de impostos relativas à sua região.
  • Venda internacional.Obtenha a tradução da sua loja em 70 idiomas diferentes e aceite múltiplas moedas.

Gestão do Relacionamento com clientes

  • Análises em tempo real.Poderá também integrar o seu site com a Google Analytics.
  • Informação de carrinho abandonado.Descubra os motivos que levaram os seus clientes a abortar as transações. Adicione um módulo da PrestaShop para enviar e-mails de lembrete aos clientes que deixaram itens por comprar nos seus carrinhos.
  • Promoções personalizadas.Defina promoções para determinados grupos de clientes, produtos e regiões.
  • E-mails de acompanhamento automatizados.Inspire confiança nos seus clientes ao enviar-lhes um e-mail automático após a operação.
  • Programas de lealdade e referência de um amigo.Mantenha os seus clientes e faça com que estes lhe indiquem novos.

A lista de funcionalidades é muito mais extensa (existe uma quantidade bastante surpreendente, considerando que o software é gratuito). Este é apenas o meu breve resumo.

Web Design

A loja PrestaShop aloja mais de 2000 templates web criados por designers de terceiros. Mais de 1200 são adaptados para o telemóvel. A única opção gratuita é o tema padrão que vem com a própria plataforma. Os restantes custem entre US$ 29,99 e US$ 319,99, com qualidades variáveis consoante o tema.

Este é o aspeto dos temas mais económicos:

E este é o aspeto dos temas mais dispendiosos:

Uma vez que a PrestaShop é um software de código aberto, terá acesso total ao código que foi utilizado para construir o seu site. Isto significa que poderá (por conta própria ou por via de desenvolvedores e designers contratados) penetrar profundamente no código e personalizar o site, por forma a corresponder exatamente às suas expetativas.

Se o talento técnico estiver fora do seu alcance, poderá recorrer a um editor WYSIWYG (what you see is what you get), com o qual poderá efetuar alterações ao seu tema padrão. Com ajuda do editor WYSIWYG, poderá adicionar o seu próprio logótipo e alterar fontes, cores e banners, sem ter de tocar em nenhum código.

Integrações & Add-Ons

Com milhares de integrações disponíveis no Marketplace da PrestaShop, o seu site terá certamente sempre tudo o que necessita. Essas integrações encontram-se disponíveis enquanto despesas únicas.

Enquanto muitos add-ons têm um preço estipulado entre $20-$50, outros custam muito mais. Seguem-se alguns exemplos de add-ons disponíveis e os seus preços.

  • Integração com Instagram. $34,99. Publique automaticamente produtos novos no Instagram, por forma a melhorar a sua visibilidade.
  • Amazon Marketplace. $214,99 Venda na Amazon sem complicações e faça a gestão do seu stock a partir do seu admin da PrestaShop.
  • EBay Marketplace. $214,99. Integre o seu site com a eBay e venda em vários canais.
  • Integração com Stripe. $159,99. Aceite pagamentos através do portal de pagamento de terceiros,Stripe.

Muitos destes módulos vêm já integrados noutros carrinhos de compras totalmente alojados. E esses sites cobram aos comerciantes de tamanho pequeno a médio cerca de $300 por ano com tudo incluído (incluindo o alojamento e o apoio ao cliente). Mas é claro, se vender em quantidades muito elevadas, a PrestaShop poderá ser uma opção bastante vantajosa. Tudo depende de cada situação em particular.

Além do preço, existe outro ponto negativo associado a estes módulos de terceiros; uma vez que todos eles foram elaborados por centenas de desenvolvedores diferentes, não existe qualquer garantia de compatibilidade. A adição de vários módulos pode fazer com que o site se torne problemático e uma vez que a PrestaShop não cria os módulos, nem sempre poderá ser-lhe útil.

Processamento de Pagamentos

Será necessário dispor de uma conta de comerciante ou um processador de pagamentos de terceiros, por forma a começar a aceitar pagamentos.

A PrestaShop vem com 12 módulos de portal de pagamento pré-concebidos:

Além disso, poderá escolher entre os mais de 215 processadores de pagamento disponíveis como add-ons.

A PrestaShop oferece também o seu próprio portal de pagamento: PrestaShop Payments by HiPay. Este serviço só se encontra disponível para os comerciantes europeus e cobra uma taxa de transação de 1% + €0,25. Leia mais sobre Pagamentos PrestaShop aqui.

Para as instruções da PrestaShop relativamente à configuração de um processador de pagamento, clique aqui.

Serviço de Atendimento ao Cliente e Apoio Técnico

Nos casos de software de código aberto, o apoio ao cliente costuma ser complicado. Uma vez que há muitos programadores a desenvolverem os módulos e templates disponíveis na plataforma, ninguém compreende plenamente todas as questões que possam surgir nas plataformas da PrestaShop. Não há como implementar um apoio uniforme; com um número ilimitado de combinações de módulos disponíveis, cada loja é única na sua composição.

Por outro lado, o software de código aberto também vem com os seus benefícios. A PrestaShop aloja uma comunidade de utilizadores diversificada, que se junta nos fóruns e serviços, por forma a resolver problemas em conjunto. Este é o tipo de ajuda que a PrestaShop põe à sua disposição:

  • FAQ e Guias de Utilizador. Encontre respostas para as perguntas e problemas de configuração mais frequentes aqui.
  • Fóruns de Utilizadores. Esta é a comunidade de utilizadores que referi acima. Ponto positivo: os fóruns encontram-se disponíveis em vários idiomas.
  • Formação PrestaShop. Inclui webinars e cursos para o ajudar a familiarizar-se com a plataforma.
  • Serviços. Contrate web designers e desenvolvedores para integrar módulos, cuidar da migração, monitorar e ajustar o seu SEO, ou criar um novo tema para a sua loja.
  • Web Ticket. Envie as suas dúvidas a um especialista da PrestaShop. Eles afirmam responder no prazo de cinco dias.
  • Redes Sociais. Poderá tentar entrar em contacto com a PrestaShop via Facebook ou Twitter, mas, a julgar pela sua página do Facebook atual, não parece muito provável que vá obter resposta.
  • Planos de Apoio. Existem planos de apoio disponíveis, para que possa entrar em contacto com uma equipa de apoio da PrestaShop composta por peritos. Infelizmente, estes planos são excessivamente caros, tendo em conta o apoio prestado. Como tal, terá que subscrever a uma fidelização de pelo menos um ano, variando o preço dos planos entre $33/mês e $116/mês. No plano mínimo ($399/ano), receberá seis horas de apoio distribuídas por todo o ano. Uma vez ultrapassado esse tempo, será obrigado a pagar uma taxa de $75/hora. Enfim…

Críticas Negativas & Reclamações

Dediquei uma quantidade de tempo ainda significativa à pesquisa daquilo que os utilizadores têm a dizer sobre a PrestaShop. Como sempre, existem clientes que adoram a plataforma e outros que mal podem esperar até ver a PrestaShop de costas. Já discutimos a maioria dos aspetos que os clientes criticam na PrestaShop, mas por uma questão de clareza, aqui vai uma nova listagem:

  • Bugs e problemas técnicos. Os módulos nem sempre são compatíveis e as atualizações nem sempre correm bem. Poderá contar sempre com alguma necessidade de resolução de problemas.
  • Despesas adicionais.Na verdade, ninguém dá nada a ninguém. Será sempre obrigado a pagar por integrações que normalmente vêm incluídas noutras plataformas e muito provavelmente terá que pagar a alguém para lhe tratar do web design e web hosting. O mais provável será acabar por contratar um desenvolvedor.
  • Inadequado para pessoas com pouco conhecimento técnico.Se começar a trabalhar com pouca compreensão do código, muito rapidamente ficará em apuros.

Seguem-se ainda algumas queixas menos frequentes.

  • O apoio ao cliente é caro.
  • Alguns temas e módulos estão desatualizados.
  • É bastante trabalhoso configurar a plataforma.

Criticas Positivas & Testemunhos

Por outro lado, muitos comerciantes utilizam a PrestaShop para os seus negócios online e adoram. Poderá visualizar algumas dessas lojas na página da PrestaShop de Showcase . Isto é o que a maioria dos clientes da PrestaShop apreciam mais.

  • Gratuito. Não é gratuito a mais doce das palavras?
  • Temas elegantes. Existem alguns temas realmente interessantes na loja da PrestaShop. Com cerca de 2000 opções, encontrará certamente um que seja do seu agrado.
  • SEO. Muitos clientes testemunharam um aumento de visitas oriundas da Google após terem mudado para a PrestaShop.
  • Módulos. Existem muitos módulos disponíveis. De certeza que encontrará um adequado às suas necessidades.

Outros comentários positivos mencionam:

  • Compatibilidade com o telemóvel. Isto aplica-se tanto à loja, como ao admin.
  • Documentação e guias. Recursos abrangentes.
  • Carregamento rápido. Alguns comerciantes afirmam que os seus sites carregam com maior velocidade na PrestaShop.
  • Bom fórum/comunidade.

Segurança

A PrestaShop pode cumprir a norma PCI. Ênfase na palavra “pode”. A sua loja PrestaShop não se encontrará automaticamente em conformidade com a PCI. Terá que certificar-se disso por conta própria. Para tal, deverá adquirir um certificado SSL (Leia mais sobre certificados SSL aqui.)

Conclusão

A PrestaShop não se destina ao principiante. Se estiver, no entanto, razoavelmente familiarizado com HTML, CSS e PHP (ou reunir as condições para contratar um desenvolvedor), poderá chegar à conclusão que a PrestaShop se adapta às necessidades da sua empresa. Enquanto software de código aberto, é altamente personalizável. Muitas funcionalidades vêm já incluídas e prontas a utilizar e existe uma oferta sempre crescente de add-ons para escolher.

Além disso, é gratuita.

Comece a trabalhar com a PrestaShop

What do you think?

1 point
Upvote Downvote

Total votes: 1

Upvotes: 1

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comments

Deixe uma resposta

Loading…

Recensione Bigcartel

Avaliação da Big Cartel

Recensione WooCommerce

Avaliação da WooCommerce